5.11.13

Poemas de um Pôr do Sol à beira-mar em dia nublado - (Primeiro)

Palmas para a poesia!
Que é a gente quando, na beira da praia,
Senta na areia e, ingenuamente,
rabisca alguns versos,
bem perto do mar,
contando com a sorte
de a maré, quando subir,
não apagar o que fora escrito.

Ler um poema
é fazer o que a onda faz.
Crescemos,
tomamos o escrito para si,
e levamos para o mundo
o que pudemos e o que quisemos.

Postar um comentário