18.10.12

Poema em Construção - Partes I, II, III, IV e V.

A ânsia por tempo,
Um bondoso intento;
demandando o futuro,
presente se fez.

O tempo era dele,
Vendeu-o no breu,
Ganância velada
o ímpio Penteu.

Contrato aceito.
De um tempo em comum,
fez-se mais que duas;
fariam mais que todas.

E fizeram.
Enquanto a lua trocava de turno com o sol,
E um acorde qualquer tocava em bemol,
A loucura se fez compreendida.

A vontade, que precede o ato,
O pretexto, que antecede o fato,
O acaso, que auxilia o ensejo:
O tempo, que anuncia o beijo.

                                           - E a chuva, que estava lá para o ballet de corpos.
Postar um comentário