2.5.11

Lembrancas.

Acho que eu,
Não sei bem,
A essa altura,
Lembro-me muito pouco.

As paredes eram alvas,
disso tenho certeza.
O piso também,
era caprichosamente branco.

A luz do sol,
que adentrava o quarto,
e ofuscava quase tudo,
tornava o ambiente o resultado,
da mistura de todas as cores.

Era calmo, sereno.
Era bom quando,
Durante o alvorecer,
Acordávamos do sono que não dormimos.
Recordávamos o sonho que vivemos despertos.
Postar um comentário