29.7.10

Uma espiadinha.

É estranho constatar que, nos tempos de hoje, se há um grupo de amigos [homens e mulheres] reunido em uma residência, com o intuito de permanecer em convívio durante algum tempo - como acontece com algumas pessoas no carnaval, por exemplo -, provavelmente a melhor comparação que se consegue desenvolver faz alusões individuais ao Big Brother Brasil. Quantos já não fomos personagens ocultos da casa mais vigiada do Brasil [sic!]? Eu realmente queria saber pr'onde será que caminhamos.
Postar um comentário