7.1.09

Leitura condizente com o presente.

" (...)a não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,
tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
tão perto que os teus olhos se fecham com o meu sono".

O meu amor - Pablo Neruda
Postar um comentário