6.1.09

De como as coisas acontecem.

Bom, as pessoas com as quais eu tenho um contato maior, sem dúvida sabem que eu mantinha um outro blog, hospedado pelo mesmo blogspot que se encontra na página. Era tudo muito legal. Eu postava, os comentários aconteciam, e blá blá blá.
Ótimo, se não fosse pela monotonia que ele me causava e pela atribulação [fantástica, por sinal] extra que o outro domínio me trouxe. Para aqueles que ainda não sabem, recomendo o blog compartilhado com 4[oficialmente 3] amigos: www.linhaexpressa.blogspot.com . Cuja proposta são as postagens constantes, literárias ou não, acerca de qualquer coisa. Não. Vago seria se você não fosse lá visitar, mas há toda uma estrtura, os tags são os nomes dos autores, coisa e tal, vale a pena conferir a diferença de estilos, 0k?
Enfim, encurtando a história, eu queria algo novo, algo que marcasse essa nova concepção literária que me cerca. Tenho tentado fugir dos poemas idealizadores. Realismo, naturalismo, dadaísmo, Tudo isso tem sido de muita valia.
Prosas também podem ser constantes por aqui, depende do meu estado de espírito. Eu, sinceramente, me acovardo para escrvê-las, mas eu tenho ganhos bons incentivos quanto a isso: créditos a Mariana Simões.
Tá, como diria nosso amigo Brás Cubas:

"Mas, ou muito me engano, ou acabo de escrever um capítulo inútil".


Como o próprio, novamente, digo que nem tão inútil assim. Pelo menos começaram as coisas por aqui.
Postar um comentário